O Ministério da Saúde informou no último dia 6 de setembro, em nota técnica oficial, que as pessoas que tomaram doses de um dos 25 lotes interditados da vacina Coronavac, entre os dias 26 de agosto e 02 de setembro, deverão ser monitoradas por 30 dias para a “avaliação de possíveis eventos adversos”, ou seja reações.
 O município de Carambeí recebeu 90 frascos/ampolas de uma dose que foram distribuídos e aplicados nos dias 26 de agosto e 02 de setembro nas campanhas municipais de vacinação contra Covid-19.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu o uso de 12,1 milhões de doses do imunizante produzidas em fábrica da Sinovac na China e não inspecionada pelo órgão brasileiro. A agência, porém, tem afirmado que a medida é por cautela e não há razão para pânico da população.

O Instituto Butantan, um dos responsáveis pela Coronavac, tem reforçado que a vacina é segura e os lotes passaram por seu controle de qualidade. O documento orienta ainda manter os lotes interditados em quarentena, na temperatura de 2 °C a 8 °C, até a conclusão da investigação pela Anvisa.”

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) foi comunicada pelo Instituto Butantan que o parceiro Sinovac, fabricante da vacina CoronaVac, enviou para o Brasil 25 lotes envasados na planta não aprovada na Autorização de Uso Emergencial, ou seja, a vacina envasada foi considerada um produto não regularizado. 

Sendo assim, a Prefeitura Municipal de Carambeí, por meio da Coordenação Municipal de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, está ciente da situação e pedindo a colaboração das pessoas que receberam a vacina da Coronavac nesta datas que procurem a secretaria municipal de saúde. Neste caso, a orientação do Ministério da Saúde é que as doses administradas deverão ser registradas no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações SI-PNI, sendo que a Coordenação Municipal obedece as exigências de realizar estes registros em até 48h após a vacinação e por tanto esse processo já foi realizado e, orienta também que os usuários que receberam a vacina, devem ser acompanhados, para avaliação de possíveis eventos adversos.

A Secretária Municipal de Saúde de Carambeí iniciará a busca ativa dos 90 usuários do município que foram contemplados pelas doses impactadas e irá orientá-los e acompanhá-los até desfecho e decisão final da Anvisa.

Se você tomou a vacina nestas datas, procure a Secretaria Municipal de Saúde, através do setor de imunização. Mais informações na Sala de Vacinas, na Secretaria Municipal de Saúde, no telefone 3231-9279 ou, no 3231-9862.

Texto: Ana Paula Inácio