A Prefeitura de Carambeí, através da Secretaria Municipal de Saúde já implementou várias ações de enfrentamento ao novo cenário mundial de aumento de casos de pessoas com sintomas respiratórios graves que podem ser oriundos da Covid-19, da nova variante Ômicron, ou mesmo síndromes gripais a partir da influenza. O município de Carambeí já possui 80% de sua população vacinada e segue com as vacinações por faixa etária.

A secretária municipal de Saúde, Juliane Dorosxi, em reunião com a prefeita Elisangela Pedroso e os técnicos do município, já implementaram ações pontuais para atender a população nessa nova demanda de pacientes. Entre as ações, o horário de atendimento da Farmácia Municipal será estendido até ás 22 horas e haverá a contratação de mais profissionais de saúde como técnicos de enfermagem, farmacêutico e assistente social.

Uma área especial no Centro Municipal de Saúde Otávio Pedroso de Oliveira também já está disponível para acolher a população detectada com a nova demanda de pacientes com sintomas respiratórios graves.

Desde a última terça-feira, todas as UBS – Unidades Básicas de Saúde já estão disponibilizando para a população os testes para a detecção do vírus, em livre demanda. Qualquer morador de Carambeí com sintomas pode realizar os exames. Os testes rápidos são usados como uma ferramenta de auxílio complementar para o diagnóstico da Covid-19.  São os exames de testagem rápida, o tipo capilar e o tipo antígeno (cotonetes) que tem o resultado rápido, e, também estão disponíveis os exames do tipo PCR (nasofaríngeo- cotonetes) em que o material coletado é enviado para o laboratório do governo do Estado, o LACEN, sendo que, devido ao aumento de demanda, o resultado pode demorar até 10 dias. 

A meta da prefeitura, conforme a secretária Juliane Dorosxi é a de “promover o atendimento de pacientes que buscam os estabelecimentos de saúde do Município com sintomas respiratórios, implementando ações para otimizar o fluxo de trabalho nesses locais e a absorção da nova demanda”, disse a secretária.

Texto: Ana Paula Inácio