Da redação: Com recursos intermediados pela deputada federal Aline Sleutjes por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), a prefeita Elisangela Pedroso anunciou a construção de um Mercado Municipal. O município já fez o credenciamento no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv), do governo federal. Os recursos são na ordem de R$ 287.322,17 com contrapartida de R$ 50 mil da prefeitura. 

A prefeita explica que o valor já está empenhado e que o próximo passo será a busca por um terreno e a elaboração do projeto arquitetônico. “A nossa ideia é fazer um “mercado” não muito longe do centro da cidade, que seja bastante acessível para a população”, frisou. 

O secretário de Desenvolvimento, Pedro Cornélio Meyer  comentou que a Prefeitura incentivou a APRUCAR (Associação dos Produtores Rurais de Carambei) a voltar à ativa. Hoje, mais de 30 produtores da agricultura familiar entregam, através da associação, diversos produtos para programas da prefeitura, como o "Troca  Verde" (troca de material reciclável por alimentos frescos).
O número de produtores que procuram a associação cresce mensalmente, pois existe uma forte expectativa para o facilitamento da comercialização da produção. Para atender esse anseio, a prefeitura construirá um Mercado Municipal através do qual a população terá acesso a produtos frescos vindos diretamente das hortas da agricultura familiar.

A implantação do Mercado Municipal faz parte do "Programa de Economia Solidária, Desenvolvimento Econômico e Social do Município de Carambeí " e íntegra o projeto de implantação do "Centro de Empreendedorismo Econômico Solidário" onde, entre outros, haverá espaços para venda de artesanato local e uma incubadora de pequenas empresas na área de alimentação e áreas para cursos e treinamentos, entre outros.
Na foto, prefeita de Carambeí, Elisangela Pedroso, vice-prefeito Jeverson Gomes, deputada federal Aline Sleutjes e liderança Willeandro Cordeiro. 

Texto: Ana Paula Inácio
Foto: Arquivo