O governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou nesta quarta-feira (6) a licitação e o início de obras de infraestrutura urbana, além da aquisição de equipamentos, em seis municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e dos Campos Gerais. Os investimentos somam R$ 75,8 milhões e contemplam as cidades de Almirante Tamandaré, Campo Largo, Campina Grande do Sul, Pinhais, São José dos Pinhais e Ponta Grossa. Os recursos, a fundo perdido e financiamentos, são da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas (Sedu) e contemplam a aquisição de equipamentos rodoviários, pavimentação de vias urbanas e rurais, construção de escolas, de unidades do Meu Campinho e projetos de urbanização. Alguns investimentos vão resolver problemas históricos, como a modernização da Rua Emma Tanner de Andrade (acesso de Campo Largo), os 20 quilômetros de asfalto em São José dos Pinhais e as obras de acessibilidade em Pinhais. Os investimentos fazem parte de um grande pacote destinado pelo Governo do Estado aos 399 municípios paranaenses, destacou Ratinho Junior. As parcerias estão sendo firmadas desde o início da gestão, e há duas semanas houve o aporte de R$ 450 milhões para projetos municipais. “Da menor cidade até os grandes municípios do Estado, todos são contemplados com recursos, que são utilizados desde a compra de um caminhão para o parque de máquina da prefeitura, pavimentação de ruas de chão batido, até grandes obras de infraestrutura”, afirmou o governador. “É um projeto para modernizar cada vez mais o Paraná, levar qualidade de vida para as pessoas e tornar as nossas cidades mais bonitas e acessíveis”. Além dos benefícios das obras em si, ele ressaltou também a geração de empregos com a execução dos projetos. “Cada obra significa a criação de novas vagas nos municípios, porque é preciso de gente trabalhando na construção das calçadas, na pavimentação asfáltica”, completou. O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Augustinho Zucchi, afirmou que o Estado apoia as políticas municipalistas, que refletem no dia a dia da população paranaense. “São obras fundamentais para os cidadãos de cada município, que contam com a parceria da secretaria para executar obras estruturais. Todas as cidades do Paraná têm a parceria do Estado para executar desde a pavimentação de ruas até a construção de escolas. São projetos que contemplam as mais diferentes áreas”, disse. PINHAIS – A prefeitura de Pinhais vai contar com R$ 8,08 milhões para dar continuidade ao projeto de urbanização do município, que tem todas as ruas asfaltadas e agora investe na implantação de calçadas com acessibilidade e de ciclovias. Parte do recurso também será utilizado na construção de duas unidades do programa Meu Campinho. Na Rua Gonçalves Dias, a obra já pode ser iniciada, e para as outras vias as obras podem ser licitadas. Ao todo, 15 bairros serão atendidos nesta etapa da urbanização, divididos em nove lotes. O recurso é do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM). “Com esse recurso, daremos sequência ao programa de extensão de calçadas, ciclovias e da acessibilidade, ampliando os serviços de infraestrutura que são essenciais para a qualidade de vida e a segurança para os pedestres”, explicou a prefeita Rosa Maria. “Priorizamos aquelas ruas onde há equipamentos públicos e um grande fluxo de pessoas. Os projetos são distribuídos na cidade como um todo, atendendo diversos pontos ao mesmo tempo”, ressaltou. “O Governo do Estado tem um olhar muito cuidadoso e responsável com os municípios. Dificilmente conseguiríamos ampliar esses serviços sem essa importante parceria”. Já para o programa Meu Campinho o investimento a fundo perdido do Governo do Estado é de R$ 640 mil, com uma contrapartida municipal de R$ 266,3 mil, totalizando R$ 906,3 mil em recursos. As unidades serão construídas no Centro e no Jardim Amélia e terão, cada uma, área 877 metros quadrados, quadra de grama sintética, calçadas e iluminação.