Um balanço da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) mostra que os casos confirmados de Covid-19 caíram 82,6% em março de 2022 no Paraná em relação a fevereiro – de 308.300 para 53.500 casos. O número de óbitos também teve uma queda significativa, de 66,5%. Em fevereiro deste ano foram registradas 1.158 mortes pela doença e, em março, os números caíram para 387. A média diária de óbitos também reduziu de 41 (fevereiro) para 12 (março). Em 273 municípios do Estado (cerca de 68,4%) não houve registro de mortes em março. Destes, 101 estão sem óbitos desde 2021. Os dados foram compilados nesta segunda-feira (4). Quando comparado a janeiro, mês com maior registro de casos positivos desde o início da pandemia, na esteira da Ômicron, os dados de casos e óbitos de março também são menores. A redução no número de diagnósticos positivos é de 88,2% e o de número de óbitos é 32,5%. Segundo o Informe Epidemiológico da doença, a média móvel de casos em sete dias é 47,4% menor com relação a 14 dias atrás e a média de óbitos apresentou um decréscimo de 59,5% no mesmo período. LEITOS – Com a diminuição na taxa de infecção pela doença, o número de internamentos também tem reduzido consideravelmente no Paraná. No início de fevereiro, o Estado somava 673 leitos de UTI preferenciais para atendimento Covid-19, com 474 pacientes internados; e 1.319 enfermarias, com 780 internações. A taxa de ocupação era de 70% em UTI e 59% em enfermaria. No início de março, os números caíram quase pela metade. O Estado somava 736 leitos de UTI com 342 pacientes, e 1.356 de enfermaria com 432 pessoas internadas. A taxa de ocupação fechou em 46% e 32% respectivamente. Agora, um mês depois, os números são ainda menores. O Paraná possui 513 leitos de UTI, com apenas 157 pacientes internados, e 638 de enfermaria, com 111 internamentos. A taxa de ocupação é de 31% em UTI 17% em enfermaria.