A secretaria municipal de Meio Ambiente realizou no dia 23 um trabalho de recolhimento de dez leitões que foram jogados no rio Boqueirãozinho, abaixo do Clube Triângulo, na localidade do Areião. A denúncia veio de um morador que encontrou os animais. A operação para a retirada dos suínos foi realizada com uma pá carregadeira e após seguiu para o descarte correto. 

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Valdemar Bartmeyer, a Cooperativa Agroindustrial Frísia realizou inspeção a fim de identificar a origem dos animais. Os técnicos constataram que os animais encontrados no local são de idade (lote) menor do que os animais dos produtores cooperados da Frísia na região. 

Em nota a cooperativa afirma que não compactua com ações dessa natureza e tem compromisso com a proteção do meio ambiente, exigindo a adesão de práticas sustentáveis e ambientalmente corretas de seus produtores, como o uso de composteiras, no caso da suinocultura. Ainda acrescenta que um processo de investigação mais aprofundado será instaurado internamente.

Bartmeyer alerta para que a população fique atenta com relação a essas ações que contaminam o meio ambiente podendo ocasionar problemas de saúde para outros animais que fazem uso da água e de pessoas que possam usar o local e as proximidades para lazer. 

O secretário também, avisa que descartar animais mortos em rios, lagos ou em solo comum é crime ambiental passível de prisão de até quatro anos ou multa, que varia ente R$ 500 e R$ 13 mil.

Informações: Município Carambeí