EXTORSÃO MEDIANTE SEQUESTRO: POLÍCIA CIVIL DE CASTRO PRENDE UM DOS ENVOLVIDOS.

Na época dos fatos, a investigação levantou que a realização do crime partiu de um conhecido, considerado íntimo da família vitimizada. O suposto amigo íntimo, ao ficar sabendo que a referida família havia realizado um negócio bastante lucrativo, entrou em contato com um terceiro, que por sua vez, contatou mais duas outras pessoas com o intuito de combinar o crime.

Enquanto o suposto amigo íntimo foi até a casa da vítima utilizando a desculpa de que precisava tratar de negócios, a família foi surpreendida pelos demais investigados que, todos armados, adentraram à casa rendendo os familiares e revistando toda a casa em busca do dinheiro. 

Como não encontraram o dinheiro na casa, obrigaram a vítima a levantar a quantia junto à instituição bancária. Um dos investigados acompanhou a vítima até o banco, enquanto os demais permaneceram na casa, mantendo a família em cárcere privado e sob a mira de armas. Ao retornar à casa, a vítima entregou aos denunciados a quantia de R$ 30 mil reais. Após receberem o dinheiro, os investigados fugiram no veículo da família. Os fatos ocorreram em Carambeí, em 2002.

Recentemente o Judiciário expediu mandado de prisão contra um dos investigados (52 anos), que, após trabalho de levantamento de seu paradeiro, acabou sendo preso pela Polícia Civil de Castro nesta data, no mesmo município dos fatos, de onde foi escoltado para a Cadeia de Castro para cumprir sua pena de 8 anos de prisão em regime fechado. 

Por: Polícia Civil